• Sala de aula virtual

    A sala de aula é virtual.

    A aprendizagem é real.

    Uma plataforma ou um ambiente virtual de aprendizagem é o primeiro passo para quem quer oferecer ensino a distância. É através do ambiente virtual de aprendizagem (AVA) que o professor pode disponibilizar, via internet, as lições de um curso ou as lições de casa. Existem outras opções, mas o AVA oferece mais recursos.
    O AVA oferece todas as ferramentas para o gerenciamento do curso e acompanhamento dos alunos. Acessando o ambiente o professor pode ver as atividades de cada aluno. Se ele fez as lições de casa, por onde ele navegou através das ferramentas do curso, quanto tempo ficou conectado, com quais alunos ele se comunicou e quem está participando dos trabalhos em grupo. E, também, faz a comunicação sigilosa professor-aluno e integrantes de um grupo, por exemplo.

    O ambiente virtual de aprendizagem não deve ser utilizado como depósito de textos, sem nenhum tratamento para a Web.  Seria como asfaltar uma rodovia para o trânsito de carro de boi. O conteúdo do curso ou da lição de casa precisa incorporar as inovações de tecnologia de informação e comunicação. O texto deve estar no formato hipertextual, explorando todos os recursos multimídia. Com um clique do mouse o aluno acessa um vídeo, uma aula anterior, a explicação detalhada sobre uma frase ou o passo a passo para resolver um exercício, mantendo o foco na lição atual, diminuindo assim a carga cognitiva.
    Um dos grandes problemas na aceitação do ensino a distância é exatamente o oferecimento de materiais instrucionais sem o adequado tratamento pedagógico, para o ambiente virtual. Deixando o aluno sozinho, sem o adequado acompanhamento tutorial. Um dos grandes trunfos deste ambiente é exatamente a possibilidade do aluno passar de um leitor passivo para um aprendiz ativo, interagindo com as ferramentas multimídias, participando de dinâmicas e fazendo uso de seus estilos de aprendizagem.

    O professor T. Levitt, em artigo publicado na revista Harvard Business Review de jul/ago de 1960, analisa algumas atividades humanas de grande sucesso e em franca expansão em uma determinada época e que depois simplesmente deixaram de existir, porque foram engolidas por outras formas de fazer a mesma coisa, usando outras tecnologias. O foco do artigo continua válido para os tempos atuais.

    Para mais informações sobre visite o site: Designer Instrucional e também Sala de Aula Virtual